EQUOTERAPIA COMO MÉTODO DE TRATAMENTO FISIOTERAPÊUTICO NA SÍNDROME DE RETT: UM ESTUDO DE CASO

Luana Silva Barbosa, Thaynara de Souza Silva, Ana Paula Rodrigues Camargo

Resumo


Introdução: A síndrome de Rett (SR) é uma patologia causada pela desordem de origem genética que leva a mutação da proteína metil-CpG (MECP2) levando a disfunção neurológica rara e progressiva, com atraso do desenvolvimento psicomotor (DPM), ataxia, apraxia, estereotipias manuais e convulsões. A Equoterapia é um instrumento terapêutico que possibilita uma série de informações simultâneas ao corpo humano facilitando a estimulação sensorial, coordenação motora global e viso-motora, lateralidade e equilíbrio. Objetivo: Avaliar os benefícios da Equoterapia como método de tratamento fisioterapêutico na Síndrome de Rett. Método: Relato de caso do tipo quantitativo descritivo de corte transversal e levantamento de dados que foram analisados através de uma estatística de frequência simples. A amostra é constituída por uma criança, com IC de 48 meses, sexo feminino, acompanhada por fisioterapeuta e psicóloga durante as sessões. Para realização do estudo utilizou-se a Escala de Desenvolvimento Motor (EDM) e a Escala de Avaliação da Qualidade de Vida (AUQEI).

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.