EFICÁCIA DA CRIOTERAPIA E HIPERTERMIA INDUZIDA NA ESPASTICIDADE EM PACIENTES COM ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO

Monique Marques Jacobina, Letícia Moreira Loli, Diogo Cardoso Pereira de Sá

Resumo


Introdução: O acidente vascular encefálico (AVE), é conhecido pela interrupção brusca do fluxo de sangue para uma determinada região do cérebro. O AVE pode deixar sequelas e sua gravidade varia de indivíduo para indivíduo de acordo com a intensidade do evento. Normalmente, a espasticidade é uma das complicações mais frequente após uma alteração neurológica como o AVE, podendo afetar apenas um pequeno grupo muscular ou um maior comprometimento. Também é definida como o aumento do tônus muscular, com exacerbação dos reflexos profundos, causado pela hiperexcitabilidade do reflexo de estiramento. Uma das alternativas terapêuticas para o tratamento da espasticidade é a Fisioterapia, sendo a hipertermia induzida e a crioterapia modalidades que podem favorecer a diminuição da espasticidade proporcionando o controle do tônus e visando a facilitação do movimento normal. Objetivo: comparar os efeitos da crioterapia e hipertermia induzida na melhora da espasticidade associado a Fisioterapia. Metodologia: É uma pesquisa científica descritiva, quantitativa e longitudinal. Realizada na Clínica Escola do Centro Universitário São Francisco de Barreiras (UNIFASB), sua amostra foi composta de oito pacientes de ambos os sexos com idade entre 30 a 60 anos, composta por dois grupos divididos em: Crioterapia (5 pacientes) e outro grupo denominado grupo Hipertermia induzida (3 pacientes). Após a aprovação do CEP foi utilizado como instrumento a Escala Modificada de Ashworth para mensurar o grau de espasticidade antes e após as sessões. Resultado:  Foi observado redução do grau de espasticidade em grande parte dos pacientes avaliados de acordo a Escala modificada de Ashworth, utilizando os recursos da crioterapia e hipertermia associado a cinesioterapia em membros superiores espásticos. Conclusão: A crioterapia e a hipertermia promoveram redução da espasticidade em membros superiores e melhora no desempenho funcional. Contudo, a crioterapia sobressai em seu tempo de duração e resultados.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.