PERFIL PSICOLÓGICO DE PESSOAS COM DEPRESSÃO MAIOR A OTICA DO PSICODIAGNOSTICO

EVELLEY SANTOS, FILIPE JUNQUEIRA, GIOVANA LEITE, GISELLE SOUZA OLIVEIRA, BEATRIZ RABELO ALVES

Resumo


O psicodiagnóstico é uma avaliação psicológica, feita com propósitos clínicos específicos. É um processo que visa a identificar forças e fraquezas no funcionamento psicológico, com um foco na existência ou não de uma psicopatologia (Cunha, 2008). De acordo com Cunha, (2008) atualmente, o psicólogo utiliza estratégias de avaliação psicológica com objetivos bem definidos, para encontrar respostas a questões propostas com vistas à solução de problemas. No presente artigo procurou se investigar se o psicodiagnóstico pode contribuir para a identificação de características de depressão maior em adultos e, se identificados quais os traços mais comuns, como também qual seria o possível prognóstico. A depressão, como aponta Canale & Furlan (2006) é na atualidade considerada uma desordem de humor. No entanto, está longe de ser uma entidade clínica única, apresentando muitas facetas e uma variedade de possíveis etiologias. Logo, tais variedades de etiologias poderiam complicar para montar um padrão de perfil psicológico, entretanto de acordo com alguns autores trazidos a seguir, é possível identificar as características mais comuns desses perfis. O Transtorno Depressivo Maior que será trabalhado no presente artigo é caracterizado pelo DSM-5 (APA, 2014) como presença de humor deprimido na maior parte dos dias, quase todos os dias; tristeza, insônia ou fadiga também são falas relatadas com frequência por pessoas acometidas por esse transtorno assim como sentimento de culpa, falta de energia, dificuldades para pensar, concentrar-se e tomar decisões. Para configurarem-se como um quadro Depressivo Maior, segundo critérios do DSM-5, esses sintomas devem persistir, por um período mínimo de duas semanas consecutivas, afetar o funcionamento social, profissional e outras áreas importantes da vida do indivíduo e estarem acompanhados de sofrimento clinicamente significativo. É importante ressaltar que pessoas com quadros leves de depressão maior, podem aparentar um funcionamento pessoal normal, no entanto, geralmente, esses indivíduos despendem um esforço mais acentuado para a realização de tarefas do que pessoas sem sintomas da doença.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.