A PRÁTICA DO BULLYING ENTRE ADOLESCENTES NO ÂMBITO ESCOLAR: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

BRUNA MILLENA MESQUITA PRIMEIRO, ISABELY JESUS PIANO, TAYNAH SANTANA, THAYS SOARES ALVES BARRETO, SHIMONY COELHO

Resumo


Quando falamos de violência, preconceito e nos referimos ao público de adolescentes, independentemente da condição financeira que estes vivem, vem logo a nossa mente a palavra que mais tem circulado nas mídias e, é apontada como respostas para muitos atos de agressões físicas e verbais que acontece com maior frequência, principalmente dentro das escolas: bullying. Bullying é definido como “todas as atitudes agressivas, intencionais e repetidas, que ocorrem sem motivação evidente, adotadas por um ou mais estudante contra outro(s), causando dor e angústia, sendo executadas dentro de uma relação desigual de poder” (LOPES NETO, 2005, p. 165). A prática do Bullying tem gerado prejuízos negativos no desenvolvimento individual e social de crianças e adolescentes, sejam vítimas e agressores, e sobre aqueles que observam estas práticas, para estes o sentimento é de medo, sentem-se impedidos de ajudar, o que provoca um anseio de incapacidade e mal-estar, gerando assim sofrimento e desencadeamento de problemas físicos ou emocionais (MARRIEL et al., 2006). Com isso, abrolha a necessidade de trabalhar o fortalecimento das características individuais e enfrentamento para reduzir os efeitos do processo de vitimização e de baixa autoestima nos alunos. Considerando a importância do profissional de Psicologia, aponta-se a necessidade da inserção do psicólogo escolar/educacional, objetivando realizar um trabalho de prevenção e enfrentamento da violência no contexto em que ocorre, propondo a modificação na conduta desses alunos com o uso de intervenções e instrumento que desperte nestes, de fato, a compreensão do prejuízo dessas práticas, gerando assim mudanças no seu comportamento e nas suas relações (FREIRE; AIRES, 2012). O presente artigo é resultado de uma intervenção prática sobre a prática do Bullying no âmbito escolar realizada com estudantes do oitavo ano de uma escola municipal no oeste baiano, que teve como objetivo apontar os principais aspectos do tema, bem como, uma posterior aplicação da técnica da Inversão de Papéis proveniente do Psicodrama para sensibilizá-los de que a prática do Bullying traz inúmeros prejuízos para o desenvolvimento dos mesmos em diversos contextos, principalmente no escolar.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.