QUALIDADE DE VIDA DOS IDOSOS FREQUENTADORES DE UMA UNIVERSIDADE ABERTA DA MELHOR IDADE

LARISSA MENDES DOS SANTOS, THIAGO RIBEIRO GUEDES, LUCIANE CRISTINA JOIA

Resumo


Com o aumento da expectava de vida no Brasil e no mundo, muito se têm discutido sobre as condições da qualidade de vida na terceira idade. (ARGENTO, 2010). Envelhecer é um processo fisiológico e inerente a todos os seres humanos, é uma das etapas da vida no qual o indivíduo passa por determinadas transformações, acerca do seu ciclo, constituindo assim uma experiência única e diferenciada. Quando o processo de envelhecer é aceito de forma natural, o aproveitamento da competência, da experiência e dos recursos humanos dos indivíduos mais velhos é assumido com naturalidade, como uma vantagem para o crescimento de sociedades humanas maduras e plenamente integradas, incluindo as formas de aprimoramento em conjunto e melhor convivência (ARAÚJO, 2011).As múltiplas facetas do processo de envelhecimento apontam para a necessidade de atenção à saúde do idoso. Esta forma de atuação está implícita no preconizado pela Organização Mundial da Saúde, ao estabelecer que saúde não e meramente ausência de doença, mas estado de completo bem-estar físico, psíquico e social, o que coloca em relevância a melhoria da qualidade de vida. Na literatura nacional, o termo “qualidade de vida” é um tema em foco que envolve múltiplas situações, as quais enfatizam a ideia de bem-estar físico, emocional, social, econômico, satisfação com a própria vida e, ainda, boa condições de saúde, educação, moradia, transporte, lazer e crescimento individual (CAMPOS, 2007). A qualidade de vida do idoso é verificada a partir de uma avaliação multidimensional. Seguidas de critérios sócios normativos e intrapessoais, a respeito das relações atuais, passadas e prospectivas entre o indivíduo maduro ou idoso e o seu ambiente. Sendo a qualidade de vida do idoso e dependente de muitos elementos em interação constante ao longo da vida do indivíduo. Dentre os principais elementos envolvidos na avaliação da qualidade de vida do idoso estão: as condições de moradia; as condições oferecidas pela sociedade, relativas a renda, saúde, educação formal e informal; as relações de amizade e de parentesco, o grau de urbanização e condições de trabalho; as condições biológicas propiciadas pela genética, pela maturação, pelo estilo de vida e pelo ambiente (ALMEIDA et al., 2006). Este trabalho teve por objetivo analisar a qualidade de vida dos idosos frequentadores de uma Universidade aberta da melhor idade.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.