CONSEQUÊNCIAS SOBRE O USO DO ANDADOR INFANTIL: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

KATRIELE NERI LIMA, MICHELE PORTO GUARNIERI

Resumo


Segundo (LIMA,1994) o desenvolvimento psiconeuromotor de uma criança perpassa por inúmeras etapas, tanto da questão física, quanto da questão psicológica, sendo desta forma uma jornada bastante segmentada e que deve ser acompanhada de uma forma rigorosa pelos pais, família e pelo pediatra. Em vista disso vale ressaltar que de acordo à (SACCANI,2010) as aquisições e o incremento dos marcos motores de uma criança, ocorre em ritmos distintos e instáveis, ocorrendo períodos onde a criança adquire muitas habilidades e outros marcados por platôs comportamentais com grande variabilidade ainda no primeiro ano de vida. As experiências sensório-motoras vivenciadas neste período facilitarão a aquisição da marcha e o refinamento desses padrões que serão enriquecidos pela maturação neurológica, especificidades da tarefa, variabilidade e complexidade do ambiente em que a criança vive9. Desta forma, seu corpo estará se fortalecendo, treinando equilíbrio e coordenação para realizar a transposição de todas as posturas sequenciais (SHOPFI, 2015). Sabe-se também que essas etapas tão importantes, são ministradas e orientadas pelos pais da criança, porém, como nós seres humanos vivemos em comunidade ocorre também uma grande interferência de outros familiares, amigos, vizinhos e além de tudo as crenças que permeiam o meio em que esta criança vive. Porém cabe ressaltar que, o desejo tão aflorado do caminhar pode de fato, pular a sequência lógica dos marcos motores que devem ser obtidos compassadamente pela criança. De forma que quando a sequência não é seguida, pode por muitas vezes trazer algum tipo de prejuízo como: retardo do desenvolvimento, a marcha alterada e algum tipo de atraso no andar (CHAGAS, 2010). Segundo alguns estudos, o processo de transição da postura de quatro apoios (engatinhar) para uma postura bípede, é um processo evolutivo e pré-determinado possibilitando benefícios e uma visão mais ampla do ambiente, além da liberação dos membros superiores para manipulação e exploração de objetos, desta forma permitindo a descoberta de um novo ambiente e novas possibilidades. Esse estudo terá a importância de argumentar e revisar a influência desse instrumento no desenvolvimento sensório motor tendo como como objetivo principal averiguar as consequências do uso do andador infantil.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.