ANTICONCEPCIONAIS: RELAÇÃO COM TROMBOSE VENOSA PROFUNDA

ANA BEATRIZ DE SILVA LIMA, JANAINA CAVALCANTI DA SILVA SOUZA, MAYRA SOUZA DOURADO, MYKAELA CAROLINE SANTOS DE OLIVEIRA, JANEZEIDE BORGES CARNEIRO DOS SANTOS

Resumo


A trombose venosa é uma patologia relativamente comum e potencialmente grave, sendo motivo frequente de atendimento em emergências, gerando alto custo social e econômico, caracterizada pela presença de um tromboembolismo no sistema venoso profundo. Pode ser assintomática e o desenvolvimento dos sintomas depende da extensão do trombo, da adequação da circulação colateral e do grau de oclusão e inflamação no local. As manifestações clínicas que podem estar presentes no tromboembolismo venoso são dor, edema, eritema e calor no membro afetado (CASTRO, 2014). A trombose venosa profunda decorrente do uso de anticoncepcionais orais representa a terceira maior causa de doença vascular, apresentando elevada morbimortalidade, como também pode resultar em complicações como síndrome pós-trombótica e embolia pulmonar. No Brasil a incidência da embolia pulmonar decorrente da trombose venosa profunda é estimada, 0,6 casos por 1.000 habitantes por ano. É válido ressaltar que a síndrome pós-trombótica é a complicação mais frequente e ocorre em cerca de um terço a metade dos pacientes, sendo o diagnóstico da trombose venosa profunda um desafio, pois até 50% dos casos o quadro clínico inicial pode não ser característico (CALLAI, 2017). Os anticoncepcionais orais é um método amplamente usado pelas mulheres e no Brasil vem crescendo gradativamente. Tal medicamento é utilizado para evitar a ovulação e consequentemente a implantação do embrião, ou seja, gerar uma gravidez indesejada. As pílulas são baseadas em hormônios semelhantes aos produzidos pelo ovário da mulher, mas podem provocar alterações nas características físico-químicas do endométrio e do muco cervical, como também contribuir para desencadear a trombose venosa profunda (BRASIL, 2002). Dessa forma, esse artigo objetivou destacar a relação do uso de anticoncepcionais orais com fenômenos tromboembólicos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.