AS FERRAMENTAS CONTÁBEIS GERENCIAIS E ECONÔMICAS NO AUXÍLIO: UM ESTUDO DE CASO EM UMA EMPRESA PRODUTORA DE ALGODÃO SITUADA NA CIDADE DE BARREIRAS

DAYSE DE SANTANA NERY, GEORGE LUIZ DE SOUSA LELIS

Resumo


A região Oeste da Bahia é conhecida pelo forte agronegócio, sendo esse o seu principal fomento econômico. Pelos seus fatores edafoclimáticos serem favoráveis, hoje, a região é conhecida como uma das maiores produtoras do estado, onde boa parte da produção é direcionada ao mercado de exportação. Nas cidades como São Desidério, Formosa do Rio Preto, Luís Eduardo Magalhães e Barreiras estão as maiores produções, como cultivo de milho soja, algodão. As empresas produtoras da região possuem um papel muito importante, tanto no âmbito social como econômico, onde produzem bens consumidos por grande parte da população, além da contribuição para a geração de empregos, aquecimento da economia e visibilidade das cidades produtoras. Entretanto, para manter as organizações de maneira saudável no mercado, que por sua vez é tão competitivo, é preciso que os gestores hajam de forma tempestiva e eficiente. Assim, para que os gestores atuem de maneira que contribua para o desenvolvimento da organização, é necessário que decisões corretas sejam tomadas, o que é possível com o auxílio das ferramentas da contabilidade e também, da economia. A contabilidade por muito tempo foi vista somente como uma ciência exata, um mero instrumento gerador de informações ao fisco. Com o passar dos anos, vem ganhando novas facetas, sendo considerada uma ciência social, atuando como uma ferramenta de gestão empresarial, ajudando a compreender situação da organização no presente e possibilitando uma projeção sobre o que pode ser feito para que haja maior ascensão futuramente. Além da contábil, conhecimentos da área econômica também possuem um papel de grande importância para a tomada de decisões. Através das ferramentas da economia é possível analisar a viabilidade econômica de novos projetos, acompanhamento do mercado financeiro, análise do mercado de importação e exportação, além da possibilidade de saber qual o melhor momento para investimento e para a captação de recursos de terceiros, em consonância com as oscilações inflacionárias. Catelli (2001) faz a seguinte referência: A gestão econômica de uma empresa pode ser entendida como a administração por resultado, por meio da melhoria da produtividade e de eficiência operacionais. É voltada para a eficácia empresarial, que é aferida pela otimização do resultado econômico. Para tanto pode ter como apoio sistemas de gestão e de informações. Diante disso, pelo fato da região ser fomentada pela produção agrícola, foi despertado o interesse em analisar quais e como as ferramentas contábeis gerenciais e econômicas auxiliam no agronegócio de uma empresa produtora de algodão situada na cidade de Barreiras-BA. Para tanto, foram traçados os seguintes objetivos específicos: Identificar as 17º Congresso de Iniciação Científica da FASB, 2019, Barreiras – Ba ISSN 2594-7951 2 principais ferramentas contábeis gerenciais e econômicas utilizadas por essa empresa; verificar a aplicabilidade das ferramentas utilizadas e propor melhorias à empresa pesquisada.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.