REPOSIÇÃO HORMONAL NA MENOPAUSA

ANA CAROLINE DE SOUZA OLIVEIRA, LISANA ALVES SILVA, PAULA LAIANNE DOS SANTOS DANTAS, SIMONE SILVA DOS SANTOS

Resumo


O envelhecimento é o período biológico do qual apresentam quedas no desenvolvimento motor e psicológico. Com base nisso, e dando enfoque na população feminina Michelon (2004) destacou que o envelhecimento ocasiona profundas modificações nas mulheres principalmente no sistema reprodutivo. Nesse sentido, vale ressaltar a fase do envelhecimento feminino chamado de menopausa, que segundo a Organização mundial da saúde (1996, apud Ferreira; Chinelato; Castro & Ferreira, 2013, p.410-419) tem-se a definição desse período “como uma fase da vida da mulher que os ovários deixam de funcionar e a produção de hormônios diminui, afetando assim o organismo”. Onde se procuram aliviar os sintomas, da qual uma dessas alternativas é bastante questionada a terapia de reposição hormonal (TRH). O estrógeno usado na terapia de reposição hormonal pode ser natural, sintético ou conjugados equinos (SANTOS, 2003). Pardini (2014) cita tanto estrogênios sintéticos como naturais têm se mostrado úteis na preservação da massa óssea e na melhora dos sintomas, porém os naturais estão mais indicados para terapia. Ainda vem trazendo como hormônios opcionais os bioidênticos, Raloxifeno e tibolona. Segundo Polonini, Raposo e Brandão (2011), a Terapia de Reposição Hormonal, “Embora esteja disponível há mais de seis décadas, é atualmente um tema controverso, na medida em que divide a comunidade científica entre defensores e críticos, que exaltam tanto seus malefícios quanto benefícios em igual proporção”. A terapêutica hormonal tem passado, nos últimos anos por dúvidas e incertezas por causa de diversas publicações sobre o seu uso, por isso torna-se necessário analisar as vantagens e desvantagens dessa terapia, uma vez que surge de tempos em tempos, uma literatura contraditória a esse tema (GIACOMINI & MELLA, 2006). Para que as decisões frente a essa temática sejam mais fundamentadas, é necessário conhecer a literatura contemporânea sobre as diferentes intervenções hormonais realizadas em mulheres menopausadas. (WANNMACHER & LUBIANCA, 2004) Por isso, como Aráujo & Athanazio (2007) cita em sua literatura que o uso de hormônios durante a menopausa é amplamente praticado em todo mundo logo assim, conhecer sobre seus 17º Congresso de Iniciação Científica da FASB, 2019, Barreiras – Ba ISSN 2594-7951 2 potencias adversos são de grande interesse para saúde pública devido ao potencial impacto numa grande população exposta. Portanto, o presente artigo tem como objetivo elucidar acerca do climatério e apresentar os principais riscos, os benefícios, indicações e contra indicações acerca da terapia de reposição hormonal.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.