BENEFÍCIOS DA UTILIZAÇÃO DE ORGANISMOS GENETICAMENTE MODIFICADOS NO PÓLO AGRÍCOLA DO OESTE BAIANO: UMA REVISÃO

KEYLLA REGIS DE OLIVEIRA, LORENA ELLEM BISPO DA SILVA PASSOS, LUANA CRISTINA SOUZA ARAÚJO, JÉSSICA PIRES FARIAS, MAYANNA MOREIRA COSTA FOGAÇA

Resumo


Com o avanço da tecnologia ao longo dos anos, a agricultura vem sendo marcada como um cenário aberto a inovações, que visam à melhoria dos produtos gerados nessa área e aumento da produtividade (ÁVILA, GRIEBELER, BRUM, 2015). Diante disso, é sabido que o Oeste Baiano representa um grande destaque no pólo agrícola, devido a grande produção de produtos como milho, soja e algodão, sendo que a agricultura é uma das principais fontes de renda da região. (ILARIO, 2013). Esses produtos quando passam pelo processo de alteração gênica, apresentam como característica, resistência a determinados tipos de insetos, além de serem tolerantes a herbicidas (GOMES, BORÉM, 2013). As inovações biotecnológicas, engloba o uso de Organismos Geneticamente Modificados (OGM’s), que são frutos da engenharia genética que surgiram com o advento da biotecnologia. Os OGM’s são organismos que contém o material genético alterado, através de determinadas técnicas (BRASIL, 2015), que promovem o melhoramento genético ou alteram-no para que possa produzir novas substâncias (GOMES, BORÉM, 2013). No tocante aos OGM’s, é notório o grande avanço que estes trazem e vem trazendo a agricultura. No entanto, ainda existem vieses que vão contra os benefícios que os produtos gerados por essas técnicas produzem. Porém, os derivados dessa metodologia passam por rigorosos testes antes de serem utilizados, assegurando sua efetividade e eficácia. (SANTOS, 2017). Ademais, os organismos geneticamente modificados ao apresentarem características de resistência a insetos, garantem o aumento da produção e trazem melhorias e aumento de lucro, pois ao passo que são resistentes a determinados fatores, reduzem o prejuízo que donos de lavouras teriam com as perdas desses produtos. Por conseguinte, visando uma questão ambiental, os OGM’s influenciam na redução dos impactos ambientais, ao passo que quando se utiliza determinadas tecnologias, o uso de agrotóxico e fertilizantes fica cada vez mais escasso (CARDOSO, MIGUEL, FILHO, 2015).

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.