Técnicas de Irrigação, o Desenvolvimento da Agricultura e do Agronegócio: uma Análise à Luz da Proteção Humana e da Cidadania Frente à Crise Hídrica Nacional

Maria Fernanda Soares Macedo

Resumo


O objetivo do presente estudo é trazer considerações acerca da importância das técnicas de irrigação na agricultura e no agronegócio no Brasil, em especial no Nordeste, com o enfoque para buscas de alternativas, frente à crise hídrica nacional, que teve um de seus momentos mais críticos em 2014, permanece em 2015 e tem perspectiva de continuar nos próximos anos. A irrigação tem por objetivo fornecer água em quantidade adequada para o plantio e a colheita dos produtos cultivados. Diversas são as destinações dos produtos colhidos, como a alimentação das pessoas e animais, as bases para a produção de diversos medicamentos, de produtos químicos, combustíveis, fibras, bem como as vendas dos produtos agrícolas em mercado interno e internacional.  A crise hídrica, entretanto, afeta diretamente este importante setor produtivo. Além da seca, de plantações prejudicadas com a falta de água, outras consequências são a diminuição da produção agrícola, desabastecimento de hortaliças, falta de leguminosas e demissão de funcionários. Todas estas consequências afetam diretamente tanto a proteção da dignidade humana quanto a cidadania. Frente a este quadro, são fundamentais as inovações, especialmente para as técnicas de irrigação.

Palavras-chave


dignidade humana; direito ambiental; crise hídrica; novas técnicas de irrigação.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXAÇÕES

Início