O silêncio habitual das enfermarias foi substituído por música, interação e alegria, na manhã da última terça-feira (19), na Clínica Pediátrica do Hospital do Oeste, em Barreiras. As crianças hospitalizadas participaram, acompanhadas pelos pais, de um encontro com os estudantes do 10º semestre do curso de Enfermagem da Faculdade São Francisco de Barreiras (FASB). Na intervenção, que faz parte do estágio curricular, os acadêmicos decidiram em grupo realizar uma atividade lúdica, com pintura facial, desenho e brincadeiras.

A parte musical ficou por conta da cantora Talita Sampaio e do guitarrista Fagner Abreu, que levantaram o astral dos pequenos com repertório escolhido pelas próprias crianças. “É uma satisfação enorme participar desse momento, não só como cantora, mas também como mãe. Sei o quanto é revigorante para eles participar de uma atividade como essa. O sorriso nos rostos deles renovam a nossa alma”, afirma a artista.

Além da música ao vivo e as atividades lúdicas, os alunos doaram uma TV, um DVD e alguns brinquedos para a brinquedoteca São Francisco, do HO. “É muito importante existir um evento como esse. O momento em que a criança está internada é pesado, por elas estarem longe de casa, passando por exames e tratamentos. Parabenizo aos que tiveram essa ideia, porque a alegria da manhã de hoje vai contribuir muito para a recuperação da minha filha e das demais crianças”, disse Ricardo da Silva Alcântara, pai da Ranielly, de 9 anos.

A supervisora de estágio da FASB, enfermeira Cleide Maria, explicou de que modo a atividade influencia no tratamento: “Sabemos que a hospitalização na infância pode se configurar como uma experiência traumática, pois a criança se afasta do seu dia a dia, do seu ambiente familiar, para conviver com procedimentos dolorosos e limitação física devido a algum tipo de patologia, como é o caso de crianças que estão aqui há 14 dias em isolamento. Vale ressaltar que a música atua no sistema cerebral, contribuindo com o processo de cura”, afirma.