O versátil alimento, rico em antioxidantes, embeleza as mesas juninas

Na época de festejos juninos, é muito comum o consumo de milho aumentar consideravelmente. As comidas típicas, em sua grande maioria, contam este cereal como ingrediente de suas receitas, em forma de farinha, amido ou até mesmo in natura. Doce ou salgado, é inquestionável a popularidade do milho. Mas e quanto ao seu valor nutricional? Será que ele agrega à nossa alimentação?   

A professora do curso de Nutrição da UNINASSAU/UNIFASB, Bruna Machado, esclarece que o alimento é uma ótima opção. “A indicação é sempre comer o milho em sua forma in natura para aproveitar o máximo possível dos seus nutrientes, pois esse cereal é muito rico em vitaminas dos complexos A e B, e de minerais como fosforo, magnésio, ferro e zinco, auxiliando no fortalecimento do sistema imunológico”, conta. 

Machado enfatiza ainda que o milho possui uma “abundante riqueza nutricional”. “Esse cereal tem antioxidantes que são famosos por protegerem as células e prevenir o envelhecimento precoce; carboidratos complexos, que são capazes de se manter por mais tempo no organismo provocando saciedade prolongada; e fibras, responsáveis por regulação do intestino”, finaliza.  

: