Com o tema “O envelhecer: Saúde mental e direitos essenciais do Idoso” o curso de Psicologia do Centro Universitário São Francisco de Barreiras (UNIFASB), realizou na sexta-feira (13), no auditório João Altivo Bergamo, o XVII Colóquio, encontro que reuniu estudantes de vários semestres e reforçou a visão integrada sobre a terceira idade. Três temas principais foram abordados durante as discussões: saúde mental, direito do idoso e biologia do corpo.

A saúde mental foi debatida pelo psicólogo Fabrício Magalhães que destacou o meio em que o indivíduo está inserido e a relação com o desenvolvimento das questões psicológicas ao longo de uma vida. “O papel do indivíduo, principalmente um psicólogo é ter uma postura acolhedora frente a um idoso e saber que a velhice é mais um estágio da vida”, destacou.

O médico Hugo Nilo, que atua com a saúde mental na Atenção Básica de Barreiras levou situações reais em que idosos enfermos necessitam de ajuda. Segundo ele, o corpo físico está ligado com os aspectos mentais por isso a necessidade de cuidar da saúde mental desde jovem para chegar na velhice com mais autoconhecimento e qualidade de vida.

A acadêmica do primeiro semestre de Psicologia, Vitória Macêdo, relata que é importante ter conhecimento sobre o estágio mais avançado da vida. “Estou iniciando a graduação, porém já penso nessas questões que irei me deparar ao longo da carreira, quero ajudar a todos de maneira que eu possa direcionar um paciente a cuidar do corpo e da mente”, pontuou.

Por fim a assistente social Nivea Sousa, explicou a dinâmica de projetos sociais de atendimento aos idosos, destacou os direitos do idosos e relatou experiências com ações sociais em cidades do oeste da Bahia. Ao agradecer a presença dos acadêmicos, a professora e mediadora do Colóquio, Jéssica Prado falou sobre a multifuncionalidade de um psicólogo e a necessidade de uma visão integrada entre o físico, social e mental que um profissional deve praticar.