Em comemoração Dia Internacional da Mulher, o Centro Universitário São Francisco de Barreiras (UNIFASB) realizou, nesta segunda-feira (9), no auditório João Altivo Bergamo, uma palestra com a psicóloga, mestre em psicopatologia clínica e saúde, Jessica Prado. O tema principal foi à valorização do papel da mulher na sociedade pós-moderna e a maneira como ela está sendo representada nos diferentes níveis sociais. Foram sorteados cosméticos, entre as participantes.

A palestrante destacou comportamentos preconceituosos que a sociedade reproduz e como estão sendo modificados através da união das mulheres. “É preciso que a cultura machista trate a mulher como uma parceira e não como propriedade”, pontuou a Jéssica, ao apresentar um trecho de um filme e uma música que reflete o poder da mulher.

As identidades de gêneros e papeis sociais, considerados pilares que formam as representações na sociedade foram outros temas abordados no encontro por meio de discussões sobre pesquisas atuais que abordam o feminismo e a relação do homem com a mulher no mercado de trabalho. A psicóloga citou assuntos históricos no cenário nacional, desde o poder do voto na década de 40, até a lei 13.894 de 2019 que trata da prioridade no divórcio para vítimas de violência doméstica.

Para a recém ingressa no curso de Psicologia, Islane Luiza, o evento reforça que as mulheres ainda precisam de mais união e que a data de 8 de março deve ser de reflexão sobre a maneira que o homem trata a mulher. “Esta palestra abre portas para nossos estudos e a maneira que devemos nos comportar mediante ações de desvalorização de gênero”, relatou a acadêmica citando exemplos próximos de violência contra mulher e salientando os direitos iguais entre as partes.