Os cursos de Direito da cidade de Barreiras participaram da I Competição de Arbitragem no Agronegócio, sediada no Centro Universitário São Francisco de Barreiras, sob a responsabilidade da Câmara de Arbitragem e Mediação do Agronegócio (CAMAGRO). O evento teve início na quinta-feira (7) com a participação da Faculdade Dom Pedro II (UNIDOM), Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB) e o anfitrião, UNIFASB. As três instituições, de acordo com o regulamento, receberam um caso fictício, com provas, laudos e outros documentos do processo. Atuaram na simulação de um tribunal arbitral, em quatro rodadas, exercendo o papel de requerente e requerida, com uma intensa dinâmica de argumentação e contra-argumentação.

Ao final, o UNIFASB foi o vencedor, após uma acirrada disputa com a UFOB. A coordenadora do curso de Direito da instituição, Cristiane Pacheco, comemorou os avanços alcançados, por instituições e acadêmicos, com o experimento. “Foi uma experiência enriquecedora para os estudantes. Eles demonstraram que estão praticamente prontos para o mercado, para atuarem como advogados de sucesso”, disse. Ela comentou sobre o ambiente harmônico observado durante as atividades. “Gostaria de destacar o fair-play praticado pelas equipes. Eles vieram muito preparados tecnicamente, mas com o espírito de disputa saudável”, elogiou. A docente destacou que o trabalho dos coaches, professores que deram suporte e orientação às equipes, foi fundamental para o sucesso da competição.

O diretor da CAMAGRO, Paulo Oliveira, que coordenou os trabalhos da banca de árbitros, elogiou o nível da competição e revelou o desejo de realizar próximas edições. “Vamos continuar fomentando, anualmente, essa competição e outros tipos de estudos. Espero que os estudantes montem grupos de estudos sobre arbitragem, com capacitação de novos membros, aprofundamento de pesquisa dos mais diversos temas, principalmente aqueles relacionados à soft law. Para o êxito eles devem criar metas, organizar agenda e continuar estudando”, pontuou.

A UFOB ficou com o prêmio de melhor memorial, com a média de 86 pontos. Com 83 pontos, a UNIDOM levou o prêmio de melhor memorial requerida. Entre os oradores, Luana Amaro, do UNIFASB, recebeu a maior nota (87,66), Samuel Bruno, também do UNIFASB, terminou em segundo lugar (87,5) e Stefany Amorim, da UNIDOM, obteve a terceira colocação (87,41). O árbitro Antonio Braga recebeu o prêmio ‘Amigo da Competição’, pelos esforços dedicados à realização do evento.

A professora Chandrélin de Paula Cantelle, uma das organizadoras da I Competição de Arbitragem no Agronegócio, analisou a postura das equipes. "As três instituições - UNIFASB, UFOB e Dom Pedro II - abrilhantaram esse evento, que é uma modalidade praticada no mundo todo. Os alunos se superaram, mostraram inteligência e dinamismo para se saírem bem de situações complicadas propostas pelos árbitros. No próximo ano deveremos fazer uma competição ainda maior, com instituições locais, de Salvador e de outros estados", previu. A educadora informou que os alimentos arrecadados pelas instituições serão destinados à campanha 'Natal Sem Fome', organizada pela Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), um dos parceiros do evento.