Advogados membros do Conselho Consultivo da Jovem Advocacia, da subseção Barreiras da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), realizaram o encontro "Ética na advocacia", no auditório da FASB, na última quinta-feira (5). O evento, que teve como público alvo estudantes e profissionais da área do Direito, foi realizado no período da manhã e à noite, com lotação máxima. Entre os temas abordados e debatidos, as oportunidades de trabalho e motivação para recém-formados; tendência de solução extrajudicial para evitar a morosidade da justiça; ética entre os profissionais e o panorama da profissão em tempos de concorrência e saturação do mercado.  

O advogado Jardel Machado falou sobre a importância de manter contato com quem, em pouco tempo, vai estar trabalhando com eles (os formados), lado a lado, nos tribunais, cartórios e órgãos públicos. “Esse evento é uma iniciativa da OAB, com o propósito de fazer com que os futuros advogados se sintam em casa, sintonizados com os princípios da instituição e compreendendo a importância de trabalhar com a ética e honestidade, cuidando dos processos com presteza. Sabemos que a atitude isolada de um só advogado, vai refletir em toda a classe. Se for negativa, infelizmente também atinge a classe em si. Hoje, os dados da OAB são gritantes, em relação às violações de ética de profissionais com os colegas e com clientes. Incentivamos o estudo do código de ética não apenas para passar no Exame da Ordem, mas para servir de base para toda a carreira”, relatou.

Francisco Máximo, estudante do 10º semestre do curso de Direito da FASB, analisou os pontos e concluiu que as oportunidades vão além dos concursos da área jurídica. “Quando vemos a preocupação dos jovens advogados da OAB em relação a incentivar os futuros profissionais a trabalhar com ética e preservando a credibilidade da profissão, isso nos dá mais confiança e tranquilidade. É um claro sinal de que o alerta está ligado para essas questões. Essa nova safra de advogados está pautada pelos princípios e isso vai se refletir no futuro da área jurídica. Como foi dito na apresentação, os bons profissionais vão se destacar pela competência e pela credibilidade. O mercado é muito concorrido, mas há lugar para todos, basta trabalhar com seriedade e ser criativo”, definiu.

Luiz Antônio, professor da FASB, comentou sobre os ganhos, para os estudantes, com a realização do evento. “Essa parceria com a OAB Jovem é uma grande oportunidade para trazermos a realidade da profissão para os estudantes do 8º e 10º semestres. Hoje eles puderam aprender um pouco mais com a experiência de quem já está atuando”. De acordo com o professor, outras palestras, com novos temas, estão programadas para serem realizadas pela instituição de ensino.

O evento foi norteado pela ampla participação dos acadêmicos, com ênfase às relacionadas à rotina dos advogados e as condições do mercado de trabalho. Os palestrantes, Anna Agostini, Karen Machado, Marta Lorena e Matheus Almeida foram unânimes em destacar que o mercado de trabalho na área jurídica ainda é muito promissor, mas, depende, principalmente, do esforço pessoal do profissional para alcançar os objetivos.