O perito criminal da Polícia Civil do Estado de Pernambuco, Henrique Tabosa, ministrou, neste sábado (25), na Faculdade São Francisco de Barreiras (FASB), o curso Perícia Criminal e Análise de Manchas de Sangue: Teoria e Prática. A parte teórica foi realizada no auditório João Altivo Bergamo e a prática, em três laboratórios montados especialmente para o treinamento.

Em um dos espaços os participantes conheceram técnicas de fotografia em locais de crimes. Aprenderam a documentar, de forma técnica, a posição dos objetos para a formação de provas. “A fotografia pericial é um dos principais instrumentos para a elucidação de crimes, por isso não pode ser interpretativa ou tendenciosa. As provas desta modalidade são muito importantes para reforçar a atuação da justiça e oferecer condição para a apuração das responsabilidades”, explicou o perito.

Em uma das salas foi montado um laboratório para o treinamento de técnicas de investigação de arrombamentos e presença de indivíduos nos locais invadidos. Nos trabalhos foram utilizados instrumentos como lanterna forense e paquímetro. Materiais como gesso e silicone foram usados na produção de formas que simulam marcas de calçados usados por suspeitos: “É muito interessante. Um curso como esse não é comum aqui na região. Hoje aprendemos muitas técnicas eficientes, capazes de provar ou contestar provas, ajudando a esclarecer situações de crime”, disse o estudante Jackson Roberto. 

No outro laboratório, os alunos atuaram na investigação da cena de homicídio na perspectiva da identificação dos ferimentos e do estudo de balística - linhas de tiro. Kalyanny Perian, uma das 13 participantes vindas de Luís Eduardo Magalhães, aprovou o conteúdo do curso: “Para mim, que estudo Biomedicina, esse treinamento é muito importante. Uma das opções de especialização do nosso curso é a perícia, então, já estamos nos preparando. Hoje adquirimos bastante conhecimento”, afirmou.

Ao final, Henrique Tabosa fez uma avaliação sobre a aplicação do curso e do desempenho dos estudantes: “Tivemos uma interação muito boa com os alunos, inclusive, com a participação deles na elucidação de alguns crimes baseados em fatos reais. Eles conseguiram mostrar que estão bem afiados e as expectativas foram todas superadas. Agradeço à FASB, que é a faculdade parceira. Em breve teremos mais cursos de extensão abordando outras áreas da perícia”, disse.